Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A festa de passagem de ano deixa as suas mazelas e uma das mais comuns é a proverbial ressaca de 1º flute champanhe festade janeiro. Deixamos-lhe algumas soluções comprovadas pela Ciência.

Um dia não são dias e o Reveillon é sempre uma boa desculpa para festejar em grande estilo. Se o álcool fizer parte da receita, é melhor nem pensar em pegar no volante depois e acautelar a famosa ressaca do 1º de janeiro.

Para quem já vai tarde para prevenir o mau-estar, eis algumas soluções dadas pela Ciência.

- O processo de fermentação de bebidas como wiskey, brandy ou vinho tinto produz substâncias denominadas congéneres, que se acredita piorarem os efeitos do álcool no organismo. Não misture bebidas e evite mais do que um copo ou dois. A grande maioria das cervejas comercializadas, produzidas com levedura de baixa fermentação, bem como o vodka e o gin têm concentrações menores destas subtâncias, por isso, pode sempre optar por elas.

Um estudo chinês recente sugere que uma bebida gaseificada de lima e limão pode ser uma boa ajuda contra os efeitos do acetaldeído, um subproduto tóxico do álcool que se acredita ser responsável pela ressaca. Apesar de ser um estudo feito em laboratório e não em pessoas embriagadas, este tipo de refrigerante pode ter alguns benefícios, a rehidratar o organismo e a fornecer mais energia ao cérebro, sob a forma de açúcares.

- Mantenha-se longe do tabaco. Uma pesquisa da Universidade Brown, nos EUA, descobriu que os alunos que fumavam enquanto consumiam bebidas alcóolicas tinham uma probabilidade maior de vir a sentir os efeitos da ressaca do que aqueles que consumiam a mesma quantidade, sem fumar.

- Se chegar a casa com fome, uma canja de galinha pode ajudá-la a repôr os niveis de líquidos perdidos, bem como os de minerais como o sódio e potássio.

- Durma o suficiente. Se o despertador vai tocar cedo no primeiro dia de 2014, tente não ficar até muito tarde e dormir pelo menos sete horas. A privação de sono agrava os sintomas da ressaca. O ideal seria ter dormido entre sete e oito horas nas duas noites anteriores ao Reveillon.

- Não vale a pena comer alimentos ricos em gordura no dia a seguir. Talvez seja melhor fazê-lo antes de beber. Alimentos gordos, sejam eles mais ou menos saudáveis, demoram mais a ser digeridos e, por isso, atrasam a absorção de álcool pelo organismo. Mas nada prova que um bife com batatas fritas ou bacon com ovos possam ajudar a minimizar a ressaca, 'absorvendo' o álcool já consumido.

- Faça uma boa caminhada no dia seguinte. Vai ajudar a minorar a sensação de peso e de dor no corpo. Além disso, o exercício fomenta produção de endocanabinoides no cérebro humano, melhorando o humor. Mas não exagere no esforço físico para não acelarar a desidratação através do suor, o que ainda poderá piorar os sintomas.

- Se já sente a cabeça pesada e o corpo a doer, um comprimido de ibuprofeno pode ajudar a aliviar os sintomas.

Fonte: Activa